Bucomaxilofacial: próteses aprimoram qualidade de vida do paciente

Assunto: Não categorizado

 

A cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial é responsável pelo tratamento de doenças da cavidade oral – que inclui os lábios, seu revestimento interior, bochechas, dentes, gengivas, assoalho, céu da boca e parte da língua. O dentista com especialização nessa área corrige deformidades e traumatismos faciais e dos maxilares, além de remover tumores e cistos da região. É ele quem retira também os terceiros molares, ou dentes do siso, em casos mais delicados.

Uma das principais atribuições do cirurgião bucomaxilofacial é justamente a correção de traumas faciais, que podem afetar pele, gordura, nervos, ossos e músculos. Dentre as causas dessas deformidades estão acidentes, distúrbios de desenvolvimento (como as síndromes), além de doenças severas como o câncer. Para recuperar a funcionalidade e aparência da região, o profissional costuma recorrer às próteses.

Entenda como as próteses atuam na cirurgia bucomaxilofacial

Segundo a Associação Câncer Boca e Garganta (ACGB), a prótese bucomaxilofacial restaura e dá conforto aos pacientes com tumores de cabeça e pescoço. Elas corrigem defeitos na face, distúrbios de aparência, além de reparar funções da fala, da deglutição e da mastigação. Isso é importante porque as operações e outros tratamentos da doença costumam resultar em sequelas anatomofuncionais, comprometendo a alimentação e a comunicação oral, além da estética do paciente, reduzindo a qualidade de vida e fazendo com que ele se isole socialmente.

Ainda de acordo com a ACGB, as Próteses Imediatas para Grandes Perdas do Maxilar (PIGPM) são muito relevantes. Elas reduzem a retração cicatricial, diminuindo a deformidade facial e facilitando a confecção da prótese permanente.

A prótese maxilar fecha a comunicação do palato mole e duro, fazendo com que o paciente consiga engolir e falar melhor. Já a prótese mandibular tem o objetivo de restaurar parte perdida da mandíbula, melhorando a fala, deglutição e mastigação. Ela também traz benefícios para a oclusão e a estética.

A Customize desenvolve próteses para cirurgia bucomaxilofacial como aumento de paranasal, simetria facial, mentoplastia e glabela. Outra prótese disponível no mercado é a barreira oclusiva personalizada, que promove a recuperação do tecido ósseo da maxila ou da mandíbula para posterior implante dentário. Ela é produzida em liga de titânio, com garantia de biocompatibilidade e de resistência mecânica, restabelecendo a função mastigatória e da fala, bem como a recuperação da autoestima.

 

Utilização de próteses na cirurgia de cabeça e pescoço

As próteses também são fundamentais para a autonomia dos pacientes com câncer de boca e garganta. Com elas, há uma melhora na fala e na capacidade de se alimentar por via oral –  uma vez que os implantes substituem espaços abertos, evitando assim a comunicação entre cavidades diferentes. Já para os com câncer de laringe, próteses fonatórias reabilitam a comunicação oral. Para eles, também são recomendadas as próteses traqueoesofágicas, para fazer a ligação entre esôfago e traqueia. Com isso, o ar consegue passar pela estruturas remanescentes e voz fica mais parecida com a emitida por uma laringe normal.

Se você gostou deste conteúdo, acompanhe o nosso blog e tenha acesso a outros materiais que mostram como as próteses podem ajudar a melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Até a próxima leitura!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *