A importância do uso de capacete para evitar traumas

Assunto: Saúde e Prevenção

 

Do trânsito ao montanhismo, a utilização de capacetes é essencial para evitar traumatismos.

Atualmente, são tantos os temas recorrentes em nosso cotidiano que, às vezes, deixamos de perceber seu real significado e importância. Conselhos e recomendações relacionados à segurança, então, costumam figurar no topo da lista. Em especial, uma das recomendações mais faladas nas mais variadas ocasiões é “não esqueça de usar capacete”.

A origem dos capacetes é incerta. Porém, é seguro dizer que, em algum momento, há milhares de anos, o ser humano percebeu que fazia sentido proteger sua cabeça – parte tão sensível do corpo – quando se colocava em situações de risco.

Desde então, os capacetes evoluíram numa quase infinita variedade de cores, formatos, tamanhos e propósitos. Mas, infelizmente, a conscientização a respeito da sua utilização não evoluiu na mesma proporção. Até hoje encontramos pessoas que deixam de utilizar essa importante peça de proteção em situações que naturalmente exigem seu uso.

Visando contribuir com a difusão de informação e, consequentemente, com a conscientização a respeito do quão importante é se proteger contra lesões e traumas na região craniana, decidimos falar sobre algumas das principais situações em que você definitivamente não pode se esquecer de utilizar um capacete.

No motociclismo

motociclismo capacete

Motociclistas são possivelmente os primeiros lembrados quando o assunto é a utilização de capacetes de proteção. Praticamente todos os dias há notícias de acidentes de trânsito envolvendo quem pilota motos, muitas vezes sendo também os que mais sofrem com esse tipo de acidente.

Aqui, é importante lembrar que o Código de Trânsito Brasileiro exige a utilização de capacetes por todos os motociclistas, incluindo garupas e independentemente da potência da moto ou da distância a ser percorrida.

Andando de bicicleta, skate, patins e outros

skate capacete

Muitas vezes, equipamentos e veículos que geralmente são utilizados para o lazer acabam tendo seu risco negligenciado. Esse é o caso de bicicletas, skates, patins e outros, cujos equipamentos de segurança, de forma recorrente, são vistos como algo que apenas crianças utilizariam.

A realidade, contudo, aponta para o contrário. Especialmente quem utiliza esses veículos e equipamentos com frequência, até como forma de locomoção diária, transitando no meio urbano e dividindo espaço com carros e motos, deve investir na própria segurança e utilizar itens de proteção, sendo o capacete, certamente, um dos principais.

No trabalho (EPI)

capacete EPI

A prevenção de acidentes em ambientes de trabalho é uma preocupação tão grande que acabou ganhando especialistas – como é o caso dos Técnicos em Segurança do Trabalho – e, em muitas ocasiões, a utilização de capacetes acaba sendo algo icônico, tamanha a sua importância.

Quem nunca viu a imagem de trabalhadores numa construção ou numa usina com seus capacetes coloridos? Esses EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) já provaram seu valor inúmeras vezes e, felizmente, são utilizados com frequência em uma grande parcela dos ambientes de trabalho que necessitam deles.

Em esportes de aventura

Montanhismo, escalas, rapel… Esportes de aventura podem muitas vezes ser praticados longe do ambiente urbano e de condições que normalmente associamos à necessidade de usar um capacete.

No entanto, isso não significa que se proteger contra traumas seja menos importante. Pelo contrário, muitas dessas modalidades apresentam riscos consideráveis.

Em esportes radicais

Partindo de uma lógica bastante similar àquela que apresentamos ao falar sobre esportes de aventura, os esportes radicais naturalmente também exigem que você garanta uma proteção adequada.

Cotoveleiras, caneleiras, joelheiras, luvas… A lista de equipamentos é extensa e, claro, os capacetes estão incluídos entre os itens mais importantes.

Qualquer capacete serve?

Independentemente de qual situação ou prática estejamos falando – seja do simples trânsito do dia a dia ou de escalar montanhas –, você nunca deve subestimar sua necessidade de segurança e acabar optando por equipamentos mais baratos simplesmente por uma questão de preço.

Em todas as áreas existem capacetes mais acessíveis, que acabam oferecendo menos proteção, e capacetes com custo elevado, mas que oferecem mais proteção e possivelmente mais comodidade para quem os utiliza.

Seja como for, não menospreze seu risco. Mesmo situações simples e impactos ocorridos em baixas velocidades podem causar traumatismos cranianos, rendendo longos períodos de recuperação e tratamentos médicos custosos.

Divirta-se, aproveite os momentos e movimente-se como precisar; só não esqueça do seu capacete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *