Ossos que compõem a calota craniana: conheça os principais ossos e suas definições

Assunto: Cranioplastia

 

O crânio humano é formado por um conjunto dos ossos da cabeça e pode ser dividido em duas partes: o neurocrânio, que forma uma caixa protetora do cérebro, e o esqueleto facial.

O neurocrânio fornece o invólucro para o cérebro e as meninges encefálicas, partes proximais dos nervos cranianos e vasos sanguíneos. O crânio possui um teto semelhante a uma abóbada, ou calvária, e a base do crânio é composta do etmóide e partes do occipital e do temporal. O esqueleto da face consiste em ossos que circundam a boca, o nariz e as órbitas.

A parte superior do crânio forma a calota craniana*, também chamada de cúpula do crânio ou de calvária. Para delimitarmos a calota craniana, vamos fazer uma circunferência ao redor da cabeça cujo ponto de partida é a glabela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NETTER, Frank H. Atlas de Anatomia Humana. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

 

 

Assim, a calota craniana apresenta quatro ossos, que são: anteriormente o frontal, e posteriormente o occipital. Entre esses dois ossos encontramos um osso duplo que é o parietal direito e o parietal esquerdo.

NETTER, Frank H. Atlas de Anatomia Humana. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

 

Os ossos que formam a calota craniana são atravessados por quatro suturas (articulações que permitem mínima mobilidade aos ossos do crânio). É chamada de articulação a união de dois ou mais ossos cujo objetivo é realizar movimentos, porém, em nosso crânio essas articulações são fixas, sendo chamadas de suturas.

Separando o osso frontal dos parietais, encontra-se a sutura coronal. Separando o parietal direito do esquerdo, temos a sutura sagital e separando os parietais do occipital, encontramos a sutura lambdóide.

 

 

NETTER, Frank H. Atlas de Anatomia Humana. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

 

Alguns Pontos Antropométricos do Crânio

No recém-nascido o ponto de união entre as suturas coronal e sagital forma a bregma.

Da mesma maneira, o ponto de união entre a sutura sagital e lambdoide forma a lambda.

Esses pontos de união ficam abertos para facilitar o nascimento da criança durante o parto e permanecerão abertos até mais ou menos dois anos de idade para que o cérebro possa crescer dentro da caixa craniana, quando se fecham por completo.

Bregma ponto de união das suturas sagital e coronal.

Lambda ponto de união das suturas sagital e lambdoide.

Vértex ou vértice parte mais alta do crânio.

Gônio ângulo da mandíbula.

Ptério ponto de união dos ossos parietal, frontal, esfenoide e temporal.

 

Fontes: 
https://www.auladeanatomia.com/novosite/sistemas/sistema-esqueletico/cranio/neurocranio/cranio-como-um-todo/
https://www.anatomiaonline.com/cranio/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *