Tipos de impressão 3D: conheça cada um e suas aplicações

Assunto: Não categorizado

 

A impressão 3D chegou para revolucionar. Utilizando uma tecnologia de ponta, hoje é possível imprimir, em tamanho real, uma vasta gama de objetos. É o pilar da quarta revolução industrial. Apesar de estar em alta no momento, esse tipo de impressora já existe há mais de 30 anos. A cada ano que passou, especialistas foram aprimorando o produto, que hoje é peça indispensável em diversas empresas de engenharia, clínicas, fábricas e até na  produção de vestuário.

O que pouca gente sabe é que existem tipos diferentes de impressão 3D. Neste post, nós vamos conhecer cinco tipos de impressão, os mais utilizados do mercado.

  1.    Impressora PolyJet

A impressão PolyJet é muito semelhante à impressão tradicional feita com jato de tinta. Só que neste caso, em vez de jatear tinta no papel, esta impressora 3D jateia camadas de um fotopolímero líquido em uma bandeja de montagem. A peça é copiada de uma forma precisa e pode, ainda, variar nas cores e na textura. Por apresentar um excelente acabamento, seu custo não é muito barato. Este tipo é muito comum em projetos complexos.

  1.    Estereolitografia (SLA)

Esta é a mais antiga técnica de impressão 3D e muito usada nos dias de hoje. O equipamento utiliza um laser e um reservatório de resina líquida. O laser atinge a resina no contorno relativo ao formato do objeto e solidifica-se. Em seguida, a plataforma de suporte sobe ou desce, isso dependendo da impressora, uma fração de milímetro no tanque, permitindo que a resina líquida deposite-se no local onde estava a última camada.

  1.    Sinterização Seletiva a Laser (SLS)

Este tipo de impressão 3D não necessita de suporte para sua fabricação. Ele utiliza vários tipos de materiais, como o nylon, nylon com fibra de carbono, pó de metal e até plástico. Por meio de um laser, que em contato com o material em pó solidifica-o, forma o objeto desejado. O pó que não tiver contato com o laser acaba servindo de suporte para o objeto formado.

Este tipo de impressão é muito utilizado pela medicina para reconstrução de ossos quebrados, como na fratura de um crânio. “Possibilita a você fazer peças personalizadas, o que era inviável antes por causa do preço. Agora é possível personalizar o que você quiser.

Conseguimos fabricar partes que se encaixam no organismo de uma pessoa. A impressão 3D é o futuro”, disse Bruno Risso, diretor da Customize.life, empresa que produz próteses para a reconstrução do crânio de pacientes que sofreram algum trauma utilizando a tecnologia 3D.

  1.    Impressão FDM (Modelagem por fusão e deposição)

É a impressão que produz objetos camada por camada. Vários materiais podem ser utilizados neste tipo de impressão, como resinas, plásticos e até tecidos humanos. Na maioria dos casos, é utilizado um filamento termoplástico, que é aquecido até seu ponto de fusão. Derretido, ele vai formando, camada por camada, até dar origem ao objeto tridimensional.

  1.    Impressão por Sinterização Direta de Metal a Laser (DMLS)

Esta impressão é muito parecida com a SLS, porém utiliza metal em sua matéria-prima. É muito utilizada para a criação de peças mais complexas. O problema é que seu custo é altíssimo. Por meio de um laser potente, o metal é fundido em partículas que vão formando as camadas do seu novo objeto. Esta impressão é utilizada na indústria espacial, na odontologia e até na medicina.

Gostou do nosso post? Então indique a leitura para um amigo! Também não deixe de entrar no nosso site e conhecer um pouco mais do nosso trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *